LUANA PACHECO

Foto: Zé Carlos de Andrade

As origens da palavra jazz remetem aos dialetos falados nos estados do sul dos EUA em meados de 1800 e já tiveram sinônimos como energia e entusiasmo; já foi um vocábulo usado para indicar uma mulher particularmente apaixonada; já significou valor, força, talento e virilidade. Tudo isso é Luana Pacheco. Dona de uma voz que é ao mesmo tempo doce e poderosa, seu talento reside no cruzamento entre o jazz, a chanson e o blues.  Iniciou a vida na música cedo, assim como algumas das divas que mais admira: Ella Fitzgerald, Edith Piaf, ZAZ, Patricia Kaas, Etta James, Elizeth Cardoso e Dinah Washington.

Luana Pacheco é daqueles talentos que nascem para viver de música. Venceu um festival de canto em São Paulo ainda criança e, após rodar o estado durante a adolescência com diversos grupos, a cantora ganhou o III Festival da Canção Francesa da Aliança Francesa de Porto Alegre, aos 21 anos, em 2010. 

Desde então, ela tem sido uma das principais referências da cultura francesa no sul do país; prova disso é que, em março de 2017, Luana Pacheco foi convidada para abrir o show da cantora francesa ZAZ em Porto Alegre. A apresentação aconteceu no Auditório Araújo Vianna.

Já em junho de 2017, a cantora teve a oportunidade de apresentar o seu show de canções francesas no museu brasileiro Fundação Ernesto Frederico Scheffel, para um público de mais de 250 pessoas. Em setembro de 2016, Luana Pacheco participou do projeto “Eixo Músicas do Mundo” - da fundação Ecarta, de Porto Alegre –, representando a canção francesa e lotando a casa na noite de sua apresentação. Em março de 2015, também fez parte da agenda de shows do Santander Cultural, de Porto Alegre, realizando um espetáculo com ingressos esgotados.

Em agosto do mesmo ano, Luana lançou o seu primeiro EP intitulado “Gris”, que conta com três canções inéditas autorais e uma versão da famosa ária "Habanera" - da Ópera Carmen (1875), de Georges Bizet -, em arranjo no estilo "New Orleans". A produção é do pianista Luciano Leães, seu parceiro na vida e na música.

Desde dezembro de 2005, a cantora estuda canto e técnica vocal com o barítono Carlos Rodriguez (Brasil/Holanda) e, em 2012, Luana Pacheco graduou-se em Música, com ênfase em canto, pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS).

 

Entre  dezembro de 2010 e abril de 2011, participou do quadro "Jovens Talentos", do Programa Raul Gil, em rede nacional, onde chegou até a semifinal, defendendo um repertório recheado de clássicos do jazz, da chanson e do blues.

Além disso, Desde o final de 2011, Luana tem se apresentado como convidada nos shows do projeto "Blues In Clio Arte", evento do Studio Clio - Instituto de Arte e Humanismo.

 

Em novembro de 2017, Luana Pacheco lançou, pela plataforma do site catarse, uma campanha de financiamento coletivo para a gravação do seu primeiro álbum. O projeto atingiu 100% da meta em junho de 2018. O trabalho autoral contará com canções em francês, em português e em inglês. O lançamento será em dezembro de 2018 no Centro Histórico-Cultural Santa Casa, em Porto Alegre.

Conheça mais o trabalho dessa maravilhosa artista:

https://m.youtube.com/watch?v=V8JNtKCH664

https://m.youtube.com/watch?v=IfT_RNXVLYU

https://m.youtube.com/watch?v=6aJU9k9mqXk

AGENDA LÍRICA
  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram
Copyright © 2018 Agenda Lírica